família

ontem o coração doeu

A semana começou com um horário diferente do habitual. O Rodrigo ficou na escola passava pouco das 9 horas e fui buscá-lo às 18.

Tive um teste na faculdade e demorei um bocadinho mais. Já não me conseguia concentrar na última pergunta, só pensava no meu filho e como queria tê-lo ido buscar às horas do costume. As horas passavam e eu já de coração aos pedaços.

Chego ao colégio e para piorar o meu sentimento de culpa de mãe-deixalada-relaxada-sem-responsabilidade-que-abandona-o-filho-na-escola recebo o meu filho com cara de choro e um ar triste. Chorei e solucei e abracei-o, pedi desculpa. Justifica a auxiliar “eles têm um relógio mãe, não chore. O Rodrigo estava a brincar com duas meninas ao cucu, e quando ouviu a sua voz é que choramingou”. Mas tal como o meu coração, o dele também devia estar apertado.

Sou a única com este sentimento de culpa?!

1 thought on “ontem o coração doeu

  1. Olá mamã!
    Percebo perfeitamente o seu drama, senti o mesmo (e ainda sinto, mas de forma mais ligeira). O tempo, o facto de eles irem crescendo, ajuda imenso a lidarmos com esse sentimento de frustração e incapacidade de apanharmos os pequeninos mais cedo. No meu caso, o drama começou pelo simples facto de deixar a princesa na creche, andei em negação uns meses… Vai melhorar e pense – daqui a uns anos ele não se vaio lembrar de nada! É preciso relativizar um pouco (por mais que isso nos custe).
    Um beijinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *